Terra do Rechiliê: produção tobiense mistura música e dança para avivar a importância do bordado

 Terra do Rechiliê: produção tobiense mistura música e dança para avivar a importância do bordado

A cidade de Tobias Barreto é reconhecida pela sua grande variedade cultural. O bordado confeccionado no município criou um roteiro turístico que atrai pessoas de todas as partes do país, o que a consagrou como a Capital dos Bordados.

 

Foi buscando inspiração no bordado que o artista Henrique Meneses, um paulista que se tornou verdadeiro tobiense quando, aos três anos de idade, mudou-se para Sergipe com sua família, uniu música e dança para contar a importância desta arte que passou de geração para geração.

Desde pequeno, Henrique sempre teve fascinação pelo teatro. Ainda criança, atuava em apresentações na Escola Iraildes Padilha de Carvalho e, no ensino médio, adorava a disputa de danças promovida pelo Colégio Irmã Mariele, ambas instituições localizadas em Tobias Barreto. Após concluir a primeira etapa de estudos, ele partiu para São Paulo onde ingressou na famosa Escola de Atores Wolf Maya. Lá, participou de inúmeras produções teatrais e também de curtas e longas metragens.

Com essa bagagem, retorna para Sergipe e, em 2020, lança o monólogo de sua autoria “Carta para uma Mãe que se foi”, uma homenagem do artista para a sua falecida mamãe, lotando o Auditório Paroquial de Tobias Barreto.

Foto: Imagens do Vídeo Terra do Rechiliê/Arquivo Pessoal

Terra do Rechiliê é um vídeo que mostrará pontos estratégicos da Capital dos Bordados, incluindo a Feira da Coruja e a Associação de Bordadeiras do Povoado Nova Brasília. A técnica rechilieu consiste em um bordado que utiliza caseado de linha branca que cruzam áreas recortadas de tecidos. O nome é oriundo do Cardeal Rechilieu, principal ministro do rei Luiz XIII de França, país que se destacou na produção do produto.

O vídeo contou com a direção do conceituado Professor Mitchell, filmagens e edição de Élder Marx e reuniu dançarinos da terra, bordadeiras, feirantes e participações especiais. A trilha sonora também é de autoria de Henrique.

O clip, que foi totalmente financiado com recursos da Lei Aldir Blanc, não se configura como propaganda, não tem relação com a administração pública e será lançado amanhã, dia 01 de maio, nas redes sociais do artista e aqui, no Portal Tobiense!

 

Ouça o Podcast de Cultura do Portal Tobiense e confira a entrevista com Henrique Meneses.

 

Por Professor Bráulio

 

Posts Relacionados