Gás de cozinha custa R$85,00 em Tobias Barreto

 Gás de cozinha custa R$85,00 em Tobias Barreto

Além do gás e dos combustíveis, população tem percebido aumento nos preços dos alimentos.

Em plena pandemia, o aumento nos preços do gás de cozinha e dos combustíveis tem preocupado donas de casa e trabalhadores que dependem dos insumos em Tobias Barreto, região centro sul do estado.

Madalena Pereira, é dona de casa e também não está satisfeita com os aumentos nos preços do gás e dos alimentos nos últimos meses. Como alternativa para economizar, ela prefere usar sempre a panela de pressão. “Hoje fiquei assustada, o gás acabou, dai pedi um na distribuidora, quando fui pagar, eles mim cobraram R$ 85 reais. A gente não só gasta com o gás, porque vem a água, a luz, o aluguel… Quando junta tudo, a gente fica no vermelho”, lamentou.

Quanto custa um botijão de gás cheio

Um botijão de gás cheio que é o kit botijão + gás custa em torno de R$170,00. Agora, o botijão de gás para trocar um vazio por um cheio custa por volta de R$85,00 aqui na cidade de Tobias Barreto.

Os botijões de gás são usados para armazenamento de gás liquefeito de petróleo (GLP), ou somente gás e cozinha como é chamado popularmente. Esse recipiente é muito comum nos comércios e lares, dependendo do segmento, já que sem ele não tem como cozinhar com o fogão a gás.

A maioria dos botijões é voltado para uso doméstico, no cozinho de alimentos ou em maçaricos, algo menos comum. O menor que tem é o de dois quilos usado em fogareiros, lampiões e os maçaricos, enquanto os de 5 a 13 quilos são para uso doméstico. Mesmo não tendo esse peso, eles conseguem armazenar, em torno de 12 a 31,5 litros de GLP.

Preço do botijão de gás na distribuidora para revenda

Atualmente o preço médio do botijão de gás na distribuidora para revenda é em torno de R$30,00. E, o preço final do botijão de gás ao consumidor é bem maior, o valor final depende de onde o consumidor mora.

No dia 9 do mês passado, a Petrobras anunciou um aumento de 5,1% no preço do GLP – são R$ 0,14 a mais por quilo. Já o litro da gasolina nas refinarias acumulou alta de 34,78% desde o início do ano, enquanto o diesel subiu 27,72% no mesmo período.

Combustíveis

Quem vive de transporte tem sentido no dia a dia as dificuldades impostas pelo aumento no preço dos combustíveis. É o caso do mototaxista Joel Muniz, que trabalha na mesma profissão há mais de duas décadas. Ele disse que não consegue repassar para os clientes os constantes aumentos.

O preço médio de venda de gasolina nas refinarias da Petrobras, no dia 18 do mês de abril, passou a ser de R$ 2,48 por litro, refletindo aumento médio de R$ 0,23 por litro. Já o preço médio de venda de diesel passou a ser de R$ 2,58 por litro, refletindo aumento médio de R$ 0,34 por litro. Este foi o quarto aumento da gasolina e o terceiro do diesel em 2021.

Direto da redação

 

Posts Relacionados