Fluminense perde para o Junior Barranquilla e deixa escapar chance de classificação antecipada na Libertadores

 Fluminense perde para o Junior Barranquilla e deixa escapar chance de classificação antecipada na Libertadores

Colombianos fizeram 2 a 1 nos tricolores, que pouco produziram no jogo

 

Desperdiçou a chance! O Fluminense perdeu para o Junior Barranquilla por 2 a 1, nesta terça-feira (18), no Maracanã, pela quinta rodada do Grupo D da Libertadores, e deixou escapar a oportunidade de se classificar antecipadamente às oitavas de final da competição – a equipe de Roger Machado precisava apenas de um empate para garantir a vaga na próxima fase. Os gols da vitória colombiana foram marcados por Valencia, de cabeça, e Cetré, com bonito chute de média distância. Abel Hernández descontou. Agora, o time carioca terá de vencer o River Plate, na Argentina, pelo último jogo da chave, para ir ao mata-mata sem depender de nenhum outro resultado.

O Tricolor começou o primeiro tempo ligado a todo vapor e pressionando a saída adversária. Logo aos 2 minutos, Fred recebeu no círculo central do campo e tocou para Cazares, que achou lindo lançamento para Kayky. O garoto avançou sozinho e ficou cara a cara com o gol, mas o goleiro defendeu, evitando a abertura do placar. Mas os colombianos não vieram para passear no Rio e trataram de responder em seguida: os visitantes armaram um contra-ataque e a bola chegou até Daniel Moreno, que arriscou um bomba de fora da área. A finalização acabou sendo desviada e passando perto da trave de Marcos Felipe.

Depois desse início de partida, o Fluminense perdeu ritmo ofensivo e parou de criar jogadas perigosas, a exceção de um lance envolvendo Luiz Henrique, que chutou em cima de Vieira com belo passe de letra dado por Fred, aos 27. E quem não faz, leva. Isso porque sete minutos após os cariocas quase inaugurarem o marcador, Cetré tocou para Fuentes na ponta esquerda, que cruzou no bolo de jogadores e achou Valencia. O atacante subiu mais do que Luccas Claro e colocou no ângulo esquerdo do arqueiro para fazer 1 a 0 no Maracanã. Posteriormente, o Junior quase ampliou a vantagem, em tentativa de arremate da defesa feito por Vieira, que viu Marcos Felipe adiantado. Porém, o camisa 1 conseguiu se recuperar e evitar o pior.

Na volta do intervalo, o time das Laranjeiras tomou mais um golpe no começo da etapa complementar. Aos 4, Cetré recebeu na intermediária pelo meio, ajeitou para a perna direita, finalizou com força no canto esquerdo e a bola ainda beliscou a trave antes de morrer no fundo das redes, decretando um prejuízo maior ainda para os donos da casa. O Barranquilla, inclusive, aos 16, balançou a rede novamente, mais uma vez com Valencia, mas o árbitro Roberto Tobar, com a ajuda do auxiliar da linha lateral do gramado, assinalou impedimento e anulou a jogada.

Abatido e necessitando de ao menos uma igualdade no placar, o Fluminense fez as substituições e mudou a cara do grupo. Os jogadores vindos do banco melhoraram o rendimento da equipe e as alterações, enfim, surtiram efeito. Aos 29, o Tricolor diminuiu o marcador em lance construído por três atletas que vieram da reserva: Gabriel Teixeira tocou de trivela para Nenê, que invadiu a área pela esquerda. Ele deu rasteiro para a chegada de Abel Hernández, que só teve o trabalho de empurrar para o gol vazio e descontar, fazendo 2 a 1.

Apesar de amenizar o estrago, o clube carioca não conseguiu chegar ao empate. Agora, com a derrota inesperada no Maracanã, os comandados de Roger Machado precisarão bater o River Plate, na Argentina, pela última rodada do Grupo D da Libertadores, para se classificar às oitavas de final do torneio sem depender de nenhum outro resultado. Mas, antes, o time de guerreiros ainda terá pela frente o segundo jogo da decisão do Campeonato Carioca, diante do Flamengo, no sábado (22), às 21h05, no mesmo estádio. Vale lembrar que a ida terminou em 1 a 1 e, quem ganhar, leva o troféu. Uma nova igualdade obrigará a disputa das penalidades para ver quem fica com a taça.

POR BRUNO GENTILE

 

Posts Relacionados