Flamengo perde a primeira no Brasileirão e mantém ‘sina’ na Arena da Baixada

 Flamengo perde a primeira no Brasileirão e mantém ‘sina’ na Arena da Baixada

Na Arena da Baixada, o Flamengo foi superado por 1 a 0 pelo Athletico-PR e perdeu a primeira no Brasileirão 2022

Flamengo foi superado pela primeira vez no Brasileirão 2022. Neste sábado (23), na Arena da Baixada, em Curitiba, o Rubro-Negro perdeu por 1 a 0 para o Athletico-PR, em compromisso válido pela 3ª rodada, e somou mais um tropeçou na competição após empates com Atlético-GO e Palmeiras nas últimas partidas. O único gol do jogo foi anotado por David Terans, de pênalti, ainda no fim da primeira etapa.

Paulo Sousa mandou a campo uma equipe bastante modificada em relação às partidas contra São Paulo e Palmeiras e fez muitas mudanças no time titular. Nomes como o zagueiro David Luiz, o lateral Filipe Luís e o atacante Gabigol foram relacionados, mas começaram no banco de reservas.

A grande novidade foi o zagueiro Pablo, contratado pelo Flamengo ainda neste primeiro semestre, e que enfim fez a sua estreia pelo Rubro-Negro. O defensor havia se machucado durante um treino e, até pouco tempo, ainda estava no DM.

E no primeiro tempo, quem começou levando perigo foram os cariocas. As melhores chances foram com Pedro e Marinho, que inclusive foi atingido por um objeto lançado das arquibancadas pela torcida do Athletico. As duas chegadas aconteceram depois dos 20 minutos de bola rolando.

Aos 25 minutos, os donos da casa deram uma resposta à altura, e Terans acertou a trave. Logo em seguida, o Furacão abriu o placar.

Aos 29 minutos, Isla chegou atrasado em lance com Marcelo Cirino e derrubou o atacante dentro da área. O árbitro Raphael Claus não pensou duas vezes antes de assinalar a penalidade máxima.

Na cobrança, Hugo Souza até acertou o canto, mas Terans bateu forte, no canto direito do arqueiro do Flamengo, e fez 1 a 0.

No segundo tempo, o técnico Paulo Sousa fez algumas substituições e colocou Gabigol, Everton Ribeiro e outros, que começaram no banco, em campo. Entretanto, o placar se manteve intacto, e o Athletico levou a vitória.

Situação do campeonato

Com o resultado, o Athletico-PR conquistou a sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro, depois de perder nas duas primeiras rodadas, e somou os primeiros três pontos no Brasileirão. Com isso, a equipe paranaense ocupa o 15° lugar, a dois pontos do Z-4.

O Flamengo, por sua vez, segue com cinco pontos na tabela e ocupa o  lugar, a um ponto do Corinthians, que é o atual líder da competição e ainda entra em campo pela 3ª rodada, em clássico contra o Palmeiras, neste sábado, na Arena Barueri.

Vale lembrar que, como antecipou o confronto pela 4ª rodada, contra o próprio Alviverde, os cariocas têm um jogo a mais em relação ao demais.

O cara: David Terans

Entre os destaques do Athletico neste início de temporada, o meia uruguaio foi quem mais levou perigo à meta do Flamengo durante todo o confronto.

No primeiro tempo, além de abrir o placar para a sua equipe, de pênalti, antes havia acertado a bola na trave, também levando muito perigo à meta defendida por Hugo Souza.

‘Sina’ na Arena da Baixada

Este foi o quarto resultado negativo, consecutivamente, do Flamengo na casa do Athletico-PR. Os cariocas não sabem o que é vencer no estádio desde outubro de 2020, em confronto válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Desde então, foram dois empates e duas derrotas na Arena da Baixada.

Foi pênalti?

Aos 29 minutos, o árbitro Raphael Claus apontou a marca da cal na Arena da Baixada, depois que Isla chegou atrasado em lance com Marcelo Cirino e teve contato com o atacante do Athletico, que foi ao chão. Após a marcação, os jogadores do time carioca reclamaram bastante, sobretudo o lateral chileno, que, pelos gestos que fez para o árbitro, indicou que o jogador rival teria exagerado na queda. Claus manteve a sua decisão, e o Furacão inaugurou o placar.

Próximos jogos

Ficha técnica

Athletico-PR 1 x 0 Flamengo

GOLSAthletico: Terans (32′ 1°T pen.)

ATHLETICO: Bento; Orejuela (Pedro Rocha), Matheus Felipe, Pedro Henrique e Abner Vinícius; Bryan García, Pablo Siles (Christian), Canobbio, Vitinho (Lucas Halter) e Terans (Marlos); Marcelo Cirino (Pablo). Técnico: Fábio Carille

FLAMENGO: Hugo Souza; Willian Arão, Pablo e Léo Pereira; Isla, Thiago Maia (Gabigol), João Gomes (Andreas Pereira), Marinho (Diego), Lázaro (Everton Ribeiro) e De Arrascaeta; Pedro. Técnico: Paulo Sousa

ESPN.com.br

Posts Relacionados