Escritora sergipana é destaque em coluna literária nacional

 Escritora sergipana é destaque em coluna literária nacional

Com metáforas que demonstram as quatro fases do ciclo da borboleta, a escritora infantojuvenil Rosangela Aragão Maia publicou sua primeira obra em 2018. Intitulada A lagartinha que se tornou borboleta, a publicação ganhou destaque nacional durante a visita da escritora à sede da BandNews, no Rio de Janeiro.

 O livro foi indicado pela colunista Luana Bernardes, em sua coluna literária no site da BandNews Rio. Além dessa indicação, a obra teve destaque no programa Notícias da Manhã, apresentado por Mário Dias Ferreira na mesma emissora.

 Sobre o reconhecimento de ‘A lagartinha que se tornou borboleta’ que levou 11 anos para maturação, a escritora fala com alegria. “As pessoas que leem se encantam. Sou suspeita para falar, mas são depoimentos que recebo. Uma aluna chegou a dizer que meu livro é O pequeno príncipe brasileiro. Uma leitora do Ceará me ligou, muito feliz, porque o livro a ajudou em um processo de mudança. Não é só um livro para crianças, mas também para os adultos, que se veem na história”, disse a escritora, que também é coordenadora da Capela da Universidade Tiradentes (Unit).

 Na história, a lagartinha vive alguns conflitos e por isso resolve sair pelo mundo atrás de respostas. “Em uma de suas experiências, ela encontra o amor. Mas, como não o conhece, foge. Com o passar do tempo, a lagartinha aprende que as respostas que estava procurando estavam dentro dela e não em lugares ou em outras pessoas. Assim, ela percebe que é livre para amar”, comenta a escritora.

 Rosângela já tem um novo projeto em andamento. “Já tenho um outro livro infanto-juvenil quase pronto, no qual os personagens são animais, fenômenos da natureza e astros. Vou falar como todos nós estamos interligados um com o outro, a força das amizades, da união e como o outro pode ajudar no processo de transformação”, adianta.

Assessoria de Imprensa |Unit

Posts Relacionados