Eleições 2022: O Brasil precisa encontrar o caminho da pacificação

 Eleições 2022: O Brasil precisa encontrar o caminho da pacificação

A cada dia que passa fica mais evidente que a disputa pela presidência da República no próximo ano necessita de uma ampla coalização da oposição.

 

Nem Bolsonaro e nem Lula jamais conseguirão pacificar o país que se encontra dividido desde 2014. Essa polarização atual é alimentada pelos apoiadores de Bolsonaro e os apoiadores de Lula. Cada um achando que será vitorioso contra o outro na eleição 2022 sem se preocupar com o mais importante: pacificar o país.

É necessário discernimento e desprendimento de muitas lideranças neste momento. Desde as pequenas como Ciro Gomes até a maior hoje da oposição, Lula. Será que não é possível sentar a mesa e encontrar um nome que possa unir todos já no primeiro turno eleitoral?

Neste momento não é necessário um candidato com ideologia, radicalismo e corporativismo. Poder ser um outsider, mas que tenha um passado limpo seja sério e, sobretudo, possa conduzir o país no processo de pacificação que é o mais necessário neste momento.

É preciso encontrar um caminho para acabar com essa polarização da direita ultra-radical e da esquerda lulista que pensam apenas no poder pelo poder.

Enquanto a polarização estiver aflorada entre esses dois seguimentos, o país caminha para o precipício.
Senhores da oposição: deixem de lado seus desejos individuais e pensem no Brasil pacificado.

 

 Blog Cláudio Nunes: a serviço da verdade e da justiça
“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

 

Posts Relacionados