Vasco vence o Botafogo e joga por um empate no duelo de volta da final da Taça Rio

 Vasco vence o Botafogo e joga por um empate no duelo de volta da final da Taça Rio

Cruzmaltino fez 1 a 0 no Alvinegro, no Nilton Santos, com gol de Germán Cano

 

Largou na frente na decisão! O Vasco venceu o Botafogo por 1 a 0, na manhã deste domingo (16), no Estádio Nilton Santos, pelo jogo de ida da final da Taça Rio, disputado entre o quinto, sexto, sétimo e oitavo colocados do Campeonato Carioca. O gol da partida foi do argentino Germán Cano, de cabeça, que agora está com sete na competição, atrás somente de Alef Manga (9). Durante o confronto de hoje, inclusive, os donos da casa reclamaram bastante de um pênalti não assinalado pelo árbitro, que poderia ter proporcionado o empate.

O primeiro tempo começou com um certo domínio do Alvinegro, mas foi o Cruzmaltino quem assustou de início. Isso porque, logo aos 5 minutos, Cano recebeu a bola pela esquerda, carregou para o meio e finalizou de perna direita no canto, mas Douglas Borges, atento, foi bem para fazer a defesa. Depois, praticamente não houve chances criadas por ambas as equipes e o duelo passou a ficar mais lento e sem grandes emoções.

Na volta do intervalo, o artilheiro do Gigante da Colina voltou da mesma forma que na etapa inicial, ligado a todo vapor, e abriu o placar para os visitantes. Com apenas alguns segundos do tempo complementar, David Sousa errou na saída para o ataque e a sobra ficou com Léo Matos, que cruzou de primeira para o camisa 14. Sozinho na área, ele apenas cabeceou para o fundo das redes, inaugurando o marcador.

Após o tento, o Botafogo, no prejuízo, foi obrigado a sair mais à frente para tentar a igualdade e respondeu com Rafael Navarro, que recebeu no pivô, girou e bateu de canhota. O arremate fez com que Vanderlei, bem colocado, fizesse boa intervenção. Antes disso, o Vasco quase conseguiu ampliar a vantagem, quando Andrey arriscou de fora da área com a direita e mandou a bola quicando em direção à meta. Porém, Douglas Borges evitou ao espalmar. As oportunidades continuaram surgindo, mas ninguém mais aproveitou as possibilidades e o placar não se alterou.

Dessa forma, com a vitória magra por 1 a 0 sobre o Glorioso, o Cruzmaltino agora jogará por apenas um empate no jogo de volta, marcado para o próximo sábado (22), às 15h05, em São Januário. Se vencer, também garante o título. Pelo lado do Alvinegro, a situação é mais complicada: o time de Marcelo Chamusca precisa ganhar do rival por dois gols de diferença para levar o troféu e, caso bata o adversário pelo resultado mínimo, a decisão da Taça Rio irá para as penalidades.

 

POR BRUNO GENTILE

 

Posts Relacionados